Dia do Cinema Brasileiro

19, jun 2019


Você sabia que hoje é comemorado o Dia do Cinema Brasileiro? Esta data foi escolhida pois remete ao período em que teriam sido registradas as primeiras imagens em movimento no Brasil. Era 19 de junho de 1898 quando, a bordo do navio Brésil, Afonso Segreto fez as primeiras imagens da Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro.

Alguns historiadores, contudo, defendem que as primeiras imagens cinematográficas teriam sido feitas um ano antes, pelo cientista, inventor e empresário Thomas Edison, em uma viagem a Petrópolis.

Apesar das divergências, foi o sobrenome Segreto que virou sinônimo de pioneirismo no cinema brasileiro. Isto porque, Afonso e seu irmão, Paschoal Segreto, gravaram diversos filmes, além de terem criado a primeira companhia produtora de filmes e a primeira revista especializada na sétima arte no Brasil.

 

A tradição de Minas no Cinema Brasileiro

Quem também marcou a história do cinema brasileiro foi o mineiro Humberto Mauro, nascido em Volta Grande, em 1897. O cineasta começou sua carreira em 1925, em Minas Gerais, e, após 4 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde dirigiu seus primeiros trabalhos, como “Barro humano” e “Lábios sem beijos”, ao lado de Adhemar Gonzaga. Esses dois filmes fizeram da Cinédia o estúdio mais conhecido da época.

Anos depois, entre 1931 e 1933, Humberto Mauro participou da produção de “Ganga Bruta”, uma narrativa inovadora para aquele tempo, com cenas de cortes rápidos e flashbacks. Humberto Mauro foi diretor na fase do cinema mudo, mas chegou, inclusive, a produzir musicais, como a “Voz do Carnaval”. Com mais de 20 títulos e quase 50 anos de carreira, o mineiro é um símbolo e referência quando se trata da cena audiovisual nacional, demonstrando que a vocação para o cinema está no DNA do mineiro. Talvez, por isso, algumas das principais mostras de cinema do país aconteçam por aqui. Conheça quais são elas:

 

Mostra de Cinema de Tiradentes

A Mostra de Cinema de Tiradentes nasceu em 1997 e é considerada, hoje, a maior vitrine para o cinema contemporâneo autoral. Além da exibição de longas, médias e curtas em mostras temáticas e competitivas, o evento promove debates, oficinas, seminários e homenagem a personalidades do cinema brasileiro, além de atividades artísticas e de formação. Toda programação é gratuita e estima-se que mais de 35 mil pessoas visitem a Mostra anualmente.

A Mostra de Cinema de Tiradentes abre o calendário audiovisual brasileiro com uma agenda intensa, distribuída em nove dias. Em 2019, com a temática “Corpos Adiante e homenagem à atriz e dramaturga Grace Passô, a 22ª edição do evento exibiu 108 filmes, em 49 sessões de cinema, divididas em sete mostras temáticas. A Mostra também contou com a realização de 36 debates sobre a produção audiovisual brasileira e com a presença de 86 profissionais nacionais e internacionais.

 

Mostra Tiradentes | SP

Há sete anos, a capital paulista recebe uma seleção da programação da Mostra de Cinema de Tiradentes. A itinerância apresenta um panorama do cinema brasileiro contemporâneo. Este ano, a Mostra Tiradentes | SP levou para o CineSesc, em São Paulo, 35 filmes, distribuídos em 19 sessões de cinema, 10 bate-papos com realizadores, uma oficina e um debate conceitual. Norteada pela temática “Corpos Adiante”, também abordada na 22ª edição da Mostra Tiradentes, o evento teve o intuito de ampliar a reflexão com discussões e perspectivas, trazendo todos os filmes vencedores da edição mineira de 2019, além de outros destaques exibidos edição mineira do evento e títulos selecionados especialmente para São Paulo.  

 

CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto

A 14ª edição da CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto ocorreu entre os dias 5 e 10 de junho, com exibição de 103 títulos (12 longas, 4 médias e 87 curtas) em sete mostras temáticas. O evento promoveu uma programação diversificada e gratuita, que contou com a participação de cineastas, profissionais do audiovisual, da cultura, acadêmicos, pesquisadores, representantes de instituições e acervos nacionais e internacionais, jornalistas, críticos e público em geral, atraindo um público estimado em 15 mil pessoas.

A CineOP foi pioneira no Brasil ao unir Preservação, História e Educação, eixos que norteiam toda a sua programação. Neste ano, o tema foi “Territórios regionais, inquietações históricas” e o homenageado foi o cineasta baiano Edgard Navarro. A programação, totalmente gratuita, incluiu seminários e também roda de conversa, apresentações musicais e workshop, para citar algumas das diversas atividades. Durante seis dias, a CineOP ocupou três pontos da cidade, que também é patrimônio da humanidade: a Praça Tiradentes, o Cine Vila Rica e o Centro de Artes e Convenções.

 

CineBH – Mostra de Cinema de Belo Horizonte

A CineBH – Mostra de Cinema de Belo Horizonte promove em seis dias de programação gratuita, a exibição de filmes nacionais e internacionais, em pré-estreias e retrospectivas, com uma seleção de produções de diversos estados brasileiros e de mais de uma dezena de países. A 12ª CineBH, realizada em 2018, teve como temática central “Pontes Latino-americanas” e prestou homenagem a produtora argentina El Pampero Cine, uma das mais importantes iniciativas do meio audiovisual latino nos últimos anos.

No âmbito do evento é também realizado o Brasil CineMundi – International Coproduction Meeting. A iniciativa celebra, em 2019, dez anos de existência se consolidando como o evento de mercado audiovisual brasileiro e promovendo a conexão entre a produção brasileira independente e a indústria audiovisual internacional.

 

O Brasil CineMundi promove parcerias produtivas e intercâmbio de ações e informações, encontros de negócios e investimento na formação e capacitação de profissionais do setor audiovisual, promoção de debates, workshops e agenda de relacionamento. Seu diferencial é justamente esse: reunir programadores, curadores, cineastas, produtores e instituições para gerar oportunidades de negócio, ao mesmo tempo em que difunde conhecimento na área, promove a capacitação de mão de obra especializada e fomenta o empreendedorismo.

 

Arquivo em Cartaz

O Arquivo em Cartaz – Festival Internacional de Cinema de Arquivo é dedicado a temas relativos à preservação de acervos, estimula a produção de filmes com imagens de arquivo e fomenta reflexões sobre cinema, história, preservação, patrimônio e memória. O evento ocorre anualmente no Rio de Janeiro e é uma produção da Universo Produção em parceria com o Arquivo Nacional.

Juntas, todas estas mostras contribuem para dar visibilidade ao cinema autoral brasileiro, além de formar pessoas capacitadas e especializadas no setor, por meio de atividades formativas, como oficinas, workshops e masterclasses. Todas as programações incluem exibições para crianças e adolescentes, no intuito de contribuir com a formação de público e favorecer o amor à sétima arte.

A Mostra de Cinema de Tiradentes, a Mostra Tiradentes | SP, a CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto, a CineBH – Mostra de Cinema de Belo Horizonte e o Arquivo em Cartaz têm assinatura da Universo Produção e contam com a Assessoria de Imprensa da ETC Comunicação.

A sua empresa conta com uma Assessoria de Imprensa adequada e competente? Entre em contato com quem entende de verdade do assunto!



Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *