Sua empresa vai ter que rever toda a estratégia para o Facebook! E agora?

30, jan 2018


Mark Zuckerberg anunciou, em janeiro, mudanças realizadas no Facebook com o objetivo de priorizar, no feed de notícias, postagens de família e amigos. E isso significa que sua empresa terá que repensar sua estratégia para ter bons resultados utilizando esta rede social. O que fazer então?

Quais foram as mudanças no Facebook?

Os testes dessa mudança começaram em outubro do ano passado, quando a Rede Social começou a testar em alguns países um feed que era muito mais voltado às postagens de amigos e familiares do que publicações de marcas, empresas locais, entre outras nesse aspecto.

Ao que tudo indica, os testes agradaram: Mark Zuckerberg anunciou, em janeiro, que o algoritmo do Facebook será assim no mundo todo. O objetivo é aumentar ainda mais a interação entre os usuários e combater que conteúdos nocivos e notícias falsas cheguem até eles.

Zuckerberg, ao anunciar essa mudança, afirmou que ela está relacionada com uma série de estudos cujas conclusões afirmam que as redes trazem mais benefícios ao usuário quando elas priorizam a relação interpessoal.

 

O que essa mudança impacta na sua estratégia?

 

O alcance orgânico no Facebook, ou seja, aquele que chega para as pessoas sem investimento, será reduzido para menos de 6% dos usuários que seguem a página. Sem o impulsionamento das publicações, o conteúdo produzido pelas suas redes sociais será visto por pouquíssimas pessoas.

 

Vale ressaltar que apenas o investimento financeiro não fará com que a sua audiência receba o conteúdo. Apenas publicar produtos e serviços, sem oferecer algo a mais, não é a melhor alternativa para atrair seu potencial cliente.

O que fazer a partir dessa mudança? Nós temos a resposta!

1. Anúncios

 

Essa mudança não afetará os anúncios: muito pelo contrário. Eles serão essenciais para que sua estratégia atinja resultados satisfatórios. Mesmo antes do todo-poderoso do Facebook anunciar essas modificações, as páginas já tinham o incentivo da rede para que investissem em anúncios.

 

Esse investimento, além de permitir que o alcance orgânico da página cresça com o tempo, também garante que seu conteúdo chegue até o seu público. E ainda não te contamos a melhor parte! Você pode segmentar o seu público, para que o seu conteúdo relevante chegue realmente a quem se interessa por ele.

 

2. Estímulo para o engajamento

 

Produzir conteúdo que estimule seu público a se engajar também pode ser fundamental para contribuir com o alcance orgânico. Imagine a seguinte situação: você produz um post em que existem perguntas e questionamentos. Sua audiência vai interagir com essa postagem, permitindo que sua rede de contatos tenha acesso a esse conteúdo.

 

Não é uma ótima maneira para aumentar o alcance orgânico? Então pense nessa estratégia no momento em que for elaborar o seu planejamento.

 

3. Investimento em outras redes

 

Já parou para pensar na quantidade de outras redes que existem e que também podem ser úteis para a sua estratégia? Entre as principais, temos o Instagram, o Linkedin e o WhatsApp, além da criação de um blog para a sua empresa. É essencial que se faça um estudo para saber em quais delas o seu público está mais presente, com o objetivo de que sua estratégia traga resultados mais assertivos.

Afinal, quem possui prioridade no seu feed?

Alguns tipos de postagens possuem prioridade no seu feed de notícias. Você sabe quais são?

1. Família e amigos

A rede social possui como uma de suas prioridades que as pessoas mantenham contato com pessoas que compartilham dos mesmos interesses. Assim, família e amigos que curtem o mesmo tipo de conteúdo e reagem às páginas de maneiras similares às suas aparecerão com mais frequência. Eles sempre terão espaço antes das páginas e das empresas que você curte.

2. Informação

A partir do momento em que a rede identifica qual tipo de conteúdo você tem interesse postagens informativas tendem a vir antes. Essa segmentação é importante, pois depende de cada público: alguns preferem notícias sobre eventos atuais, outros sobre novidades da celebridade favorita e há os que optam por informativos políticos ou esportivos.

3. Entretenimento

Você não vai querer entrar no Facebook para receber em seu feed apenas notícias, não é verdade? Por essa razão, a rede também considera uma boa parte das postagens voltadas para o entretenimento. Elas podem ser fotos de artistas, páginas de humor ou até mesmo vídeos que seus amigos já curtiram.

4. Multiplicidade de ideias

Esse item é justamente colocado para que o usuário tenha contato com seus amigos e familiares cujas ideias são semelhantes. É nessa categoria que a rede observa as suas tendências de interação e prioriza as postagens que você possua afinidade com aquele assunto.

 

Mas você sabe o que é o algoritmo do Facebook?

 

O algoritmo é um recurso utilizado pela rede social com o objetivo de determinar o que vem primeiro no seu feed de notícias, ou seja, o que você verá com mais frequência em seu perfil. Um usuário, caso tivesse acesso a todo o conteúdo das páginas que segue e dos seus amigos, teria contato com aproximadamente 1500 posts por dia, segundo estimativas da própria rede.

 

Por essa razão, o algoritmo identifica o que realmente te interessa. Os fatores utilizados para isso são vários: a quantidade de tempo que você passa em determinado tipo de postagem, em quais publicações você utiliza os recursos disponíveis (amei, curti, uau, grr, triste), os tipos de páginas que você costuma denunciar, entre outras centenas de variações.

 

Agora que você já sabe as principais mudanças no algoritmo do Facebook, deixe seu comentário no post e diga o que achou!



Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *